Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 99660-9995       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

José Kormann, Dr. (Histórias da História)


Dr. José Kormann (Histórias da História)

Historiador


Veja mais colunas de José Kormann, Dr. (Histórias da História)

Miscelânea - 8

Terça, 17 de novembro de 2015

 

É, aí vem de tudo

Vem: história = fato sem maior importância; História = ciência; estória = invencionices; lenda = realidade, mais imaginação; Ciência = tudo provado; Política = teoria e prática administrativa.

 

Castigo é um ato de amor

Todo castigo é verdadeiramente um ato de amor. Ele só visa o bem, a educação, a conquista da felicidade real e concreta. Estamos aqui falando do castigo e não da estupidez, da vingança, do ódio pessoal, ou da transferência de frustrações do castigando ao castigado. Esses falsos castigos nada corrigem, nada amam, somente destroem, inibem, recalcam, fazem cair nos fracassos da vida, trazem revoltas e tremendas infelicidades. Todo verdadeiro castigo nunca é cruel, sempre é suave e construtivo, porém profundamente marcante por toda vida. Um grande sábio dizia frequentes vezes: “Ai que saudades dos pitos da minha mãe”. Para todos: crianças, adolescentes, jovens, adultos e velhos existem castigos e devem recebê-los.

 

Filho ingrato! Foi para isso que paguei teu estudo?

Um pobre pai trabalhou e sofreu muito para que seu filho ficasse doutor. E acabou, o filho, por tornar-se um médico afamado e como ganhava muito dinheiro também recompensava mensalmente seu pai em considerável quantia. O pai parou de trabalhar e passou a viver, como dizem os italianos, la dolce vita. Aos poucos começou a beber a bebida dos ricos e, finalmente, também abusar dela. Foi ficando velho e, pelo exagero da bebida, tornou-se adoentado. Seu filho o examinou cuidadosamente. Receitou remédios, dietas e proibiu qualquer quantia de bebida alcoólica. E o pai revoltado disse: Foi para que me proibisses a bebida que eu te paguei o estudo?! Nem sempre os atos de amor são bem compreendidos.

 

Parabéns Prefeito

Dizem que quem elogia um prefeito deseja emprego. No meu caso não é isso e nem aceitaria. Mas, meus sinceros parabéns Prefeito Fernando Tureck. Parabéns por vários atos seus, mas especialmente dois deles: Primeiro por ter tido a coragem e a decisão certa, justa e muito digna de exigir judicialmente do Governo de Estado o que realmente ele devia a São Bento do Sul; e Segundo por exigir que os funcionários municipais emprestados a órgãos não municipais voltem a seus cargos que de lei são seus. Isso representa, e realmente é, um verdadeiro bem ao povo de São Bento do Sul e aos órgãos não municipais onde imoralmente eles estão, pois nem tudo o que é legal, é moral ou ético. Só a verdadeira justiça faz bem a todos. Parabéns!

 

Não pise, mas não se deixe pisar

Talvez você ainda não ouviu falar de João Clá Dias. É um escritor brasileiro já de fama mundial, mas a grande mídia dele ainda não quer saber, mas mais cedo ou mais tarde ela vai ter que falar dele em virtude de circunstâncias históricas. Há professores que não gostam dos bons alunos. É o que com ele se deu. Um professor resolveu desmoraliza-lo na frente de seus colegas. Para isso perguntou-lhe uma porção de coisas sem nexo algum e, é claro, que ele não as respondeu. O professor orgulhoso abriu a porta da sala onde já esperava uma servente avisada e para ela ele gritou a fim de que todos ouvissem: Oi, atendente, por favor, traga um pouco de capim! E o aluno muito esperto já emendou: E para mim um cafezinho, senhora!

 

O que é a Santíssima Trindade?

Devido ao quinto item da coluna – 7 me fizeram a pergunta acima e dentro da teoria teológica que estudei na Universidade Católica de Petrópolis no Rio de Janeiro, respondo o que você sempre já sabia: é um Deus em três pessoas – Pai, Filho e Espírito Santo. Cada pessoa das três é Deus, mas o Deus é apenas um. É um Deus que se manifesta em forma de Pai, depois em forma de Filho e a seguir em forma de amor entre os Dois que é o Espírito Santo. Mas essa manifestação não é sucessiva, mas simultânea. Nela não há tempo. O Pai é Deus, o Filho é Deus e o Espírito Santo é Deus, mas é um só Deus. O Pai existe e pensa. Esse pensamento é o Filho. O Pai e o Filho se amam. Esse amor é o Espírito Santo. É o que em ti também acontece.



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 99660-9995
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: paskibagmail.com



© Copyright 2021 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA