Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3059-1228       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Legado... Qual o seu?

Quarta, 28 de outubro de 2015

 

Quando discutimos sobre saúde mental, invariavelmente pensamos em amigos, família, vida em sociedade. E todos vivemos tentando deixar alguma marca boa, dando algum exemplo positivo que fique marcado para as pessoas. E é exatamente sobre esse exemplo que vamos conversar hoje. Sobre o que estamos dando de exemplo para as pessoas, o que estamos deixando para a humanidade.

Mais que bens materiais, devemos nos preocupar em deixar algo que seja realmente relevante para os outros.

Ao consultarmos os dicionários encontraremos o significado de legado como sendo aquilo que alguém transmite à posteridade. Pode ser desde hábitos, costumes e ensinamentos. O emprego da palavra legado é basicamente para se referir ao que alguém deixa e que não possui características meramente monetárias. Contudo, isto não impede um legado de possuir um grande valor. Como o legado de Van Gogh, Beethoven, Fernando Pessoa ou Vila Lobos, Madre Teresa de Calcutá. O legado que eles deixaram não foi dinheiro ou jóias e muito menos o valor monetário que as suas obras possuem. Mas, a contribuição que deram para o engrandecimento da própria humanidade.

Wallace Leal Rodrigues, no livro “Para o resto da vida”, relata uma passagem na qual ele ilustra o pai caminhando com ele em estradas de terra, em um silêncio total. Repentinamente, ouve-se um barulho. Ele então pergunta: “Papai, que barulho é esse”?  E o pai responde: “Vamos prestar atenção... é um barulho de uma carroça, e ela está vazia”. O menino indaga: “Nossa, como você sabe que está vazia?”. “Por causa do barulho”, resume o pai. E o autor faz a seguinte reflexão: as pessoas (assim como as carroças) que estão vazias (por dentro) fazem muito barulho (esbravejam, xingam, discutem,precisam chamar atenção).

Qual o seu legado? Tem haver com o tamanho do barulho que fazemos no nosso dia a dia.

Nos acostumamos, como nosso pensamentos materialistas, a pensar somente na herança que deixaremos (aos filhos e as pessoas) e não no legado.

O filósofo chinês Confúcio, reflete muito bem o que o homem pensa sobre a vida, e sobre como ele vive: “Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, e depois, perdem o dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente, nem no futuro. E vivem como se nunca fossem morrer e morrem, como se não tivessem vivido...”

Hardi Filho, poeta piauiense, disse em uma de suas obras: “Deus, só tem para julgar-nos, 2 perguntas:  Como sementes, o que deixa? Como fruto, o que trazes?”

Precisamos viver conforme nossos valores, e é importante que, vivendo em sociedade, procuremos ser o melhor possíveis, para que sejamos instrumento de crescimento e evolução de todos. Alguém q não precise de ninguém para fala por nós. Que não precise usar sobrenome para se fazer conhecer. Você marca a historia sendo você mesmo.

E quando falo em legado, não me refiro a grandes obras ou feitos históricos, e sim ao nosso dia a dia, o “fazer o bem” na nossa rotina.

Como você tem tratado sua família? E seus amigos?

O que  você tem feito no seu trabalho, na sua vida?

Como você tem feito a diferença? Que marcas você tem deixado?

O que você tem feito na sua vida diária, na sua interação com as pessoas?

Você não é medico, não é secretaria, profissional liberal, jornalista, advogado, dona de casa. Você é espírito que esta de passagem por aqui, e o que você tem feito nessa jornada? Você tem feito ela valer a pena?

A história dos animais ilustra bem o nosso assunto:

Intrigado por perceber que a vaca era mais estimada e reconhecida do que o porco, o Senhor Porco decidiu ter uma conversa com a Senhora Vaca:

– Eu doo tudo o que tenho aos homens. Eles consomem minha carne, usam meus pelos para fazer pinceis, e aproveitam até os meus ossos. Mesmo assim, você, Senhora Vaca, que dá apenas o leite, é muito mais considerada e reconhecida do que eu. Quero saber: Por que isso acontece?

A Senhora vaca que ouvia com atenção, respondeu:

– Talvez seja porque eu doo um pouco de mim todos os dias, enquanto estou viva, e você só tem utilidade depois de morto...

Legado, amigos leitores, não é o que você deixa quando morre, mas o que entrega quando sai de algum lugar. Todos os dias, quando volta do trabalho, deixa um legado na empresa. Quando sai de uma reunião, de uma conversa, do posto de combustível, de um jogo, ou de qualquer outro lugar, está deixando uma marca na vida das pessoas; este é o seu legado.

Muitos confundem legado com herança. São coisas diferentes: herança é o que você deixará quando morrer (espero que demore), contudo, legado você deixa em vida. Legado é a herança imaterial, aquilo que você entrega às pessoas que estão ao seu redor; sua marca. Então, se perguntasse às pessoas que estão à sua volta: “Qual é a marca que deixo em suas vidas?”, qual seria a resposta?

• Como você tem influenciado a vida das pessoas?

• Que impacto você tem causado na vida delas?

• Que tipo de influência tem deixado por onde passa?

• Qual é a marca que você tem deixado?

• Qual é a marca que quer deixar?

“Eu quero deixar um legado, de quem deu a vida e teve a honra de um soldado, história de conquista e trabalho suado.

É triste dizer isso, porém, tem que existir gente em cima pros de baixo querer subir também. Objetivo claro é o que há! E só cabe a você escolher onde quer ficar.

Foco na missão, não falo em tamanho, falo em dimensão. Conseguir com determinação.

Eu não vou apagar minha história igual muitos fizeram, não vou me dar por vencido igual muitos se deram. Não é questão de ser convencido, é que se não fosse pra ser assim preferia nem ter nascido.

Não adianta olhar para o céu com muita fé e pouca luta!” - Bob Marley

Deixe sua marca! Ótima semana a todos!



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3059-1228
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA