Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 99660-9995       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Ofereçamos um culto agradável ao coração de Deus

Sexta, 29 de outubro de 2021

 

“Então, Jesus tomou o homem pela mão, curou-o e despediu-o” (Lucas 14,4).

 

Estamos contemplando, mais uma vez, a ação misericordiosa, bondosa e amorosa de Jesus. Ele pega aqueles que estão sofrendo, que estão sendo ignorados. Porque o sofrimento tem uma dupla face: é o sofrer pela enfermidade, por aquilo que o mal provoca na pessoa; e o sofrer por ser desprezado, ignorado, sem importância, ser olhado como se fosse castigado.

Pense neste homem hidrópico, há quanto tempo esse filho de Deus sofre, mas sofre não só pelo mal da hidropisia, que o deixa tão limitado, ele sofre, sobretudo, com os limites que os homens —  inclusive os homens religiosos — criam para ele.

Que Deus nos ensine o culto que Lhe agrada, e o culto que Lhe agrada é ama-Lo

Jesus vê a pessoa humana sofrendo e ignora; inclusive o que para alguns é sagrado, porque não havia nada mais sagrado para a mentalidade judaica farisaica do que o sábado: não pode fazer nada em dia de sábado, o sábado é somente para o culto a Deus. Que culto mais hipócrita! Que culto mais medíocre! Desculpe-me, mas nós, muitas vezes, prestamos a Deus um culto medíocre, nós até choramos e exclamamos. Quanta gente vendo anjos, vendo santos, enxergando sinais em tudo quanto é lugar, mas não enxerga o sofrimento do outro, não enxerga a miséria do outro, não enxerga o outro que está ao seu lado passando as mais diversas necessidades.

Que culto mais hipócrita! É desse culto que Jesus está se referindo aos Seus, inclusive aos fariseus, os mais religiosos da Sua época porque eles se preocupavam demais com o culto, com o zelo pelo que era sagrado, mas em um dia de sábado (e não é a primeira vez), tantas vezes Jesus faz isso e, por causa disso, vão condená-Lo, porque Ele eleva o ser humano à sua categoria de um ser sagrado, aquele que de fato é imagem e semelhança de Deus.

Às vezes, prestamos um culto tão elevado a Deus e rebaixamos tanto a pessoa do irmão e do próximo. Às vezes, cuidamos tanto do incenso do altar e ignoramos o sofrimento do outro que está do nosso lado.

Deus nos cure da hipocrisia religiosa, Deus nos cure da mediocridade religiosa, Deus nos cure dessa visão egoísta porque Jesus mesmo está dizendo: “Se algum de vós tem um filho ou um boi que caiu num poço, não vai no dia de sábado cuidar dele?”. Você não vai se desesperar se um filho seu passa por qualquer aflição? Se a pessoa se desespera até se o boi está ruim, se a vaca, se o porco (quem cuida disso). Você fica desesperado se o seu boi está ruim, mas você não se inquieta com quem sofre, com quem passa fome, com quem passa necessidade, por quem passa aflição, por quem está sofrendo.

Que Deus nos ensine o culto que Lhe agrada, e o culto que Lhe agrada é ama-Lo, é servi-Lo, mas sair do culto para cultuar e cuidar do irmão que está sofrendo.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Sacerdote da Comunidade Canção Nova



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 99660-9995
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: paskibagmail.com



© Copyright 2022 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA