Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3059-1228       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Governo do Estado atua para minimizar danos de ciclone extratropical em Santa Catarina

Quarta, 01 de julho de 2020

Clique para ampliar

Equipes de diversos órgãos do Governo do Estado atuam desde o começo da tarde desta terça-feira, 30, para minimizar os estragos causados pelo ciclone extratropical que atinge todas as regiões de Santa Catarina. O trabalho segue ao longo desta quarta-feira, 01, pelo Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Celesc e demais secretarias. Em boletim atualizado por volta de 9h desta quarta, a Defesa Civil confirmou nove óbitos no Estado.

As mortes foram de uma idosa em Chapecó, um homem em Santo Amaro da Imperatriz, três em Tijucas, Governador Celso Ramos (1), Ilhota (1), Itaiópolis (1) e Rio dos Cedros (1). Além de uma pessoa que segue desaparecida em Brusque. 

>> Mais fotos na galeria

O governador lamenta as mortes e presta solidariedade às famílias e amigos das vítimas. Carlos Moisés acompanha deste terçca-feira pessoalmente as ações das equipes do Estado que atendem os municípios atingidos. “O Governo do Estado não medirá esforços para auxiliar os catarinenses neste momento de dificuldade. Nossa missão é reduzir o sofrimento das pessoas”, afirma.  O chefe do Executivo estadual reforça a rápida resposta do Governo em eventos climáticos recentes, como o tornado no Extremo Oeste.

Equipes atuando em todas as regiões

Mais de mil bombeiros militares, com o apoio de 380 viaturas, estão trabalhando para atender ocorrências, em especial quedas de árvores e placas. Já foram atendidas por volta de 1,6 mil ocorrências até a manhã desta quarta-feira. Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Charles Alexandre Vieira, as equipes seguirão nas ruas para atender todos os chamados. A Defesa Civil estadual entregou lonas em diversos municípios como Garuva. 

A previsão indica que o ciclone está se afastando em direção ao oceano, porém segue ativo, provocando fortes rajadas de vento, em especial no Litoral e na região serrana. Em função disso, a orientação do Governo do Estado é que as pessoas permaneçam em casa sempre que possível.

Celes trabalha para recompor a rede

A Celesc registra o maior dano da história da rede elétrica, após a passagem do ciclone extratropical. No total, 1,5 milhão de unidades consumidoras do estado ficaram sem luz. A Celesc está trabalhando para recompor 90% do sistema até o final desta quarta-feira.

Comunicação 

Os fortes ventos dificultam também a comunicação, já que muitas cidades estão sem sinal de telefone e internet ou sem luz. Por isso, é solicitado que a população se mantenha em local seguro e protegido, mantenha a calma e tente acionar o CBMSC pelo telefone 193.

>> Leia também:

Governo do Estado atua nas cidades catarinenses atingidas por temporal



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3059-1228
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA