Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3059-1228       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Jesus nasceu para transformar a nossa vida

Sábado, 26 de dezembro de 2020

 

 

“Enquanto o apedrejavam, Estêvão clamou dizendo: ‘Senhor Jesus, acolhe o meu espírito’” (At 7,59).

 

Estamos celebrando as alegrias do nascimento de Jesus, são oito dias onde a Igreja vive um único júbilo: o nascimento do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Jesus nascendo veio transformar a vida e o coração daqueles que O acolheram como Salvador. Por isso, nesse primeiro dia da Oitava do Natal, temos a graça de celebrarmos Santo Estêvão, o primeiro mártir, o primeiro quem deu a vida por causa de Jesus.

Jesus deu a sua vida por nós, Ele nasceu para todos nós; e a nossa vida passa a ter sentido em Jesus, como Nosso Senhor e Salvador.

Veja, Estêvão se converteu ao Evangelho, ele aceitou Jesus como Senhor e Salvador da sua vida, e, a partir daí, nasceu um homem novo, cheio e impregnado da força do Espírito, nasceu um homem apaixonado pelo Evangelho, nasceu um homem impregnado de Jesus Cristo, apaixonado por Nosso Senhor e Salvador.

Estêvão se encheu de Jesus; na sua boca, nos seus atos, nas suas atitudes, em tudo Jesus estava presente. Ele pregava, anunciava, testemunhava, proclamava e vivia intensamente a vida de Jesus na sua vida.

Jesus nasceu para todos nós e a nossa vida passa a ter sentido n’Ele

Reconhecer o nascimento de Jesus é levar a vida em nome d’Ele, e tudo o que Estêvão vive é a vida em nome Jesus. O nascimento de Jesus incomodou a tantos, por isso O perseguiram desde o Seu nascimento, e aqueles que seguem a Jesus com coerência de vida incomodam o mundo e as realidades.

Jesus veio para incomodar, por esse motivo, não tenhamos medo de incomodar. A nossa única preocupação é o Evangelho não incomodar o nosso interior, a nossa vida ficar acomodada com as coisas do jeito em que estão, com os pecados, com toda a normalidade. O Evangelho é para nos tirar da acomodação em que estamos. Por isso, Estêvão sacudia, incomodava muito e, assim como tiraram a vida daquele Menino quando cresceu, o Homem Jesus, eles também tiraram a vida de Estêvão.

Estêvão não só dá a eles a graça de tirarem, mas ele mesmo entrega a sua vida. Aquele que amou na vida, também ama na morte; e Ele morre assim como viveu: amando e perdoando. Que Santo Estêvão, o primeiro mártir da Igreja, nos ensine a vivermos um amor apaixonado pelo Menino Jesus, para que levemos também a vida em nome d’Ele.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Sacerdote da Comunidade Canção Nova



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3059-1228
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2021 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA