Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3059-1228       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Por que comemorar o Meio Ambiente em São Bento?

Quinta, 04 de junho de 2020

O Dia Mundial do Meio Ambiente é a principal data para ação ambiental, e desde 1974 é celebrado todos os anos no dia 5 de junho.

 

Nesta semana, de 1º a 5º de junho é celebrada no país a Semana do Meio Ambiente, e devido a pandemia do coronavírus as atividades que envolveriam público foram canceladas.

 

Porém, o fato de não realizar uma ação comemorativa alusiva a data não é motivo para que São Bento do Sul não comemore o Dia Mundial do Meio Ambiente, pois muitas ações desempenhadas ao longo dos anos já justificam tais comemorações.

 

São Bento do Sul é um município diferenciado quando se trata de ações em benefício do meio ambiente, ações estas que revertem-se em benefício da própria população, proporcionando melhor qualidade de vida, mais saúde e uma cidade muito melhor para se viver.

 

Para o secretário de Agricultura e Meio Ambiente do município, biólogo Marcelo Hübel, "a melhor definição de meio ambiente em São Bento do Sul é a melhoria contínua".

 

Sobre este ponto de vista Marcelo apresentou diversas ações que são realizadas no município e que comprovam o termo "melhoria contínua".

 

No quesito licenciamento ambiental a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente conquistou a “Gestão Florestal” em convênio com o Instituto de Meio Ambiente – IMA, podendo realizar a autorização de corte de vegetação para alguns casos.

 

Não satisfeita com a atribuição, trabalhou na forma conjunta e de apoio com o prefeito para o Consórcio Intermunicipal Quiriri conquistar a habilitação de licenciador nível III pelo CONSEMA, função que vem desempenhando, assumindo o corte de vegetação e podendo fazer o licenciamento de indústrias, loteamentos, pedreiras e muitas outras atividades.

 

Na Unidade de Conservação APA do Rio Vermelho, regulamenta após o Plano de Manejo, apresenta um Conselho Gestor forte e atuante, indicando as decisões para o Município, que assim pode tomar decisões fundamentadas.

 

O Conselho de Meio Ambiente do Município – COMDEMA vem desenvolvendo encontros mensais e fidedignos às responsabilidades dos requisitos legais, debate e recomenda decisões adequadas ao município.

 

O Plano Municipal da Mata Atlântica, subsidiado pela AMUNESC, e construído com a sociedade civil, elaborada pela CEDRO Ambiental, está pronto e deve ser submetido a aprovação do COMDEMA e também em apresentação no formato de audiência pública.

 

O Pagamento por Serviços Ambientais – PSA Produtor de Água do Rio Vermelho, recebeu premiações Estadual (2), Federal (1) sendo cobiçado em nível internacional. Um modelo eficiente que preserva o meio ambiente por incentivo financeiro para os proprietários que preservam o manancial de água que abastece São Bento do Sul.

 

Este PSA foi replicado e já está implantado também da micro bacia do Rio Negrinho II e Rio Banhados.

 

Na questão de resíduos o SAMAE está na fase de implantação de um projeto inovador de redução e reaproveitamento do lixo, transformado em produto para construção civil o material que atualmente ainda vai para aterro. Ainda implantou um sistema de recebimento de material de jardim, restos de construção, lâmpadas e madeiras. Sempre preservando e valorizando a Cooperativa de Catadores de Material Reciclável do Bairro Brasília, que também teve apoio no recebimento dos reciclados dos Ecopontos.

 

Também foram implantados 44 quilômetros de esgoto na cidade, diminuíndo o problema de poluição de rios e melhorando a saúde pública.

 

Na questão da educação ambiental o Museu Natural Entomológico recebeu milhares de estudantes e público em geral para apreciar as exposições, mas também cursos e palestras.

 

A Trilha do Papagaio, no Parque Marista, também interagiu centenas de estudantes que aprenderam por práticas de vivência com a natureza a valorização do meio ambiente, com formato semelhante das visitas realizadas na Usina Rio Vermelho de Energia Ltda, também parte integrante do programa Econsciêcia da Secretaria Municipal de Educação que transformou o modelo de ensino aprendizado com uma metodologia diferenciada e enriquecedora para os estudantes.

 

Para finalizar ainda está em fase de planejamento a implantação da Unidade de Conservação – Parque Natural Municipal, localizado próximo da UNIVILLE. Também está em fase de tramitação o repasse de uma propriedade para implantação do Jardim Botânico, que será voltado para educação ambiental, pesquisa, turismo, lazer, cultura e saúde.

 

Sobre todas estas ações elencadas por Marcelo, o prefeito Magno Bollmann, ambientalista nato e idealizador do PSA e do Consórcio Intermunicipal Quiriri, fez questão de comentar que "São Bento do Sul é uma região diferenciada sim. Os projetos aqui implantados contam com profissionais dedicados que lutam para o sucesso das ações. A população ao longo dos anos também vem abraçando muitas ações e a conscientização já é muito presente entre todos. Temos muito orgulho de acompanhar e verificar o fortalecimento e o sucesso destas ações com o passar do tempo", disse o prefeito, que ainda enfatizou os trabalhos conjuntos com os municípios de Rio Negrinho, Campo Alegre e Corupá, integrantes do Consórcio Intermunicipal Quiriri, e que trabalham juntos para o sucesso de diversas ações.

 



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3059-1228
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA