Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo
Luiz Carlos Amorim - Florianópolis/SC

Fundaador e Presidente do Grupo Literário A ILHA em SC, que completa 39 anos de atividades literárias e culturais neste ano de 2019 . Cadeira 19 da Academia Sulbrasileira de Letras. Mora atualmente em Lisboa.

 

Editor das Edições A ILHA, que publicam as revistas SUPLEMENTO LITERÁRIO A ILHA,  MIRANDUM (Confraria de Quintana) e ESCRITORES DO BRASIL, além de mais de 50 cem títulos livros de vários géneros, antologias e edições solo.

 

Editor de conteúdo do portal PROSA, POESIA & CIA., do Grupo Literário A ILHA.

 

Autor de 32 livros de crônicas, contos,  poemas, infanto-juvenil, história da literatura, três deles publicados no exterior, em inglês, francês, italiano e inglês, além de poemas publicados em outros países como India, Rússia, Espanha, Grécia, etc.

 

Colaborador de revistas e jornais no Brasil e exterior – tem trabalhos publicados na Índia, Rússia, Grécia, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Cuba, Argentina, Uruguai, Inglaterra, Espanha, Itália, Cabo Verde e outros, e obras traduzidas para o inglês, espanhol, bengalês, grego, russo, italiano, francês, alemão.

 

Colaborador em vários portais de informação e cultura na Internet, como Rio Total, Telescópio, Cronópios, Alla de Cuervo, Usina de Letras, etc.

 


SOLIDARIEDADE LITERÁRIA E CULTURAL



Segunda, 04 de novembro de 2019 16:42

Um dos meus assuntos recorrentes é a iniciativa, sempre inovadora e quase sempre original,  de pessoas ou grupos, no sentido de incentivar o hábito da leitura, possibilitando o acesso ao livro.Pois a professora Edna, de Divinópolis, em Minas Gerais, é uma dessas pessoas dedicadas e abnegadas, que investe tudo na educação, que investe em uma escola melhor e vive tendo ideias boas, que transforma em projetos, realizando-os com sucesso, para benefício dos seus alunos.Ela passou, como sempre, pelo meu blog e leu a crônica sobre livros, leitura e bibliotecas e comentou como o livro é importante para ela e para todos nós. Ela tem vários alunos que não tinham nenhum contato com esse receptáculo de conhecimento, magia e encantamento, nem tinham a responsabilidade ou curiosidade de conhecê-lo e agora, depois de um trabalho incessante, a professora pode dizer que a recompensa chegou. Principalmente quando seus pupilos leem e comentam com entusiasmo as leituras feitas. É muito prazeroso, para ela, ver este processo acontecendo.Recentemente, diz a professora, "lembrei, na sala de aula, do que dissemos acima sobre a leitura. Tenho um aluno muito engraçado, chamado Sérgio. No início do ano pedia-lhe para ir a biblioteca e ele dizia: 'Ah, não, professora, eu não gosto de ler e nem sei que livro pegar'. Percebi que o trabalho seria mais difícil do que imaginava. Então ia à biblioteca, lia muitos livros para chegar na sala de aula e dar boas referências de obras e de autores e, assim, o tempo foi passando e a fala do Sérgio hoje é diferente. Há poucos dias estava corrigindo exercícios e percebi que o garoto estava quietinho na carteira, deliciando-se com a leitura de um livro, quando falei algo e ele disse: 'Ah, não, professora, a leitura está tão boa, deixe eu continuar, por favor!' E neste momento tive a sensação de missão cumprida em relação à implementação da leitura na sala de aula, na vida dos alunos e principalmente na minha vida. E este é apenas um dos relatos no meio de tantos."Professora Edna acha muito bom trabalhar atividades relacionadas ao livro literário com seus alunos. O projeto Histórias Viajantes está a todo vapor, mas ela precisa, ainda, sensibilizar muito mais pessoas para ajudarem nesta causa. Já arrecadou mais de 500 livros, mas a necessidade ainda é grande e o projeto precisa de muitos exemplares, pois são muitos lugares e pessoas a ajudar, a aproximar dos livros.

Então eu conclamo a quem tiver livros que já leu e pode doar, que os envie à professora, para que ela continue a brilhante missão de fazer com que as pessoas gostem de ler e tenham, efetivamente, livros para ler. O endereço para a remessa de obras literárias, inclusive infanto-juvenis, é: Professora Edna Cristina Matos, Rua Paulo Ferreira da Silva, 60 – Santa Rosa – 35500-497 – Divinópolis – MG.Isso é solidariedade cultural. É dar condições a quem quer realizar alguma coisa de bom em favor de nossos filhos, em favor de um futuro melhor para todos. E isso me lembra uma outra professora aqui pertinho, em Joinville, que faz o mesmo trabalho de incentivar e incutir o gosto pela leitura, de proporcionar livros para todos, a professora Marisa.

 

 


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:








Anuncie Aqui
AS MAIS LIDAS

  Quanto custa o mundo? Como escolher em que país morar?
 
  Sul tem mínima de 9ºC nesta sexta (17)
 
   Feira Inédita no Planalto Norte Catarinense
 
  Polícia Militar de Santa Catarina recebe robô antibomba do Governo Federal
 
  Homens preso na área central de São Bento do Sul por furto de objetos
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
53089162 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2020 Jornal Evolução
by SAMUCA