Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo

Para seguir Jesus, precisamos ser livres



Domingo, 08 de setembro de 2019 08:45

 

“Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo!” (Lucas 14,33).

 

 

 

Escutando as palavras do Mestre Jesus, Ele parece ser muito exigente no seu seguimento, para poder segui-Lo. A verdade é que para seguir Jesus precisamos ser livres. Então, a espiritualidade da renúncia é, no fundo, a espiritualidade do desapego.

O que vai acontecendo é que vamos nos apegando a tudo e a todos, e a tudo o que nos apegamos, ficamos presos; depois, não conseguimos nos soltar. Muitas vezes, apegamo-nos a uma caneta, a uma máquina, ao nosso celular, aos nossos computadores, às bijuterias e coisas pequenas.

Não podemos ser apegados a nada nem a ninguém. Portanto, para ser discípulo de Jesus, precisamos ter, primeiro, a disposição de amar. Quem ama não se apega, quem ama cuida, tem zelo, sabe viver cada coisa no seu tempo e no seu lugar.

Torna-se pesado seguir Jesus, porque nós temos o peso do mundo nas nossas costas

A mãe que ama seus filhos sabe que precisa cuidar deles, mas a mãe também sabe que precisa se desprender dos seus filhos, pois eles crescerão, seguirão seus caminhos; e assim em cada situação da vida.

Hoje, temos um bem para administrar, para cuidar, mas esse bem é apenas de forma provisória, porque tudo passa e não precisamos nos apegar, precisamos cuidar daquilo que nós temos. Por isso, o Mestre Jesus, que cuida de nós, do nosso coração, da nossa vida e do nosso ser, também quer nos ensinar a cuidar uns dos outros sem nenhum apego doentio, sem nenhuma possessão sobre as pessoas e sobre as coisas, para que o nosso coração seja livre para segui-Lo, para amá-Lo e servi-Lo.

Assim, poderemos cuidar melhor dos nossos, cuidar com mais responsabilidade das coisas que nós temos, porque temos de ter critérios de valores, temos de ter uma escala de valores dentro de nós. Se, na nossa escala de valores, o amor a Deus está em primeiro lugar, podemos ter a certeza de que nós saberemos amar de forma ordenada todas as coisas, e não será pesado seguir Jesus.

Torna-se pesado seguir Jesus, porque nós temos o peso do mundo nas nossas costas. Amamos demais o mundo, as coisas dele, e é difícil renunciarmos ao mundo. É difícil um rapaz que fica o dia inteiro no seu videogame, no seu computador, no seu celular, ter que deixar aquilo para ir à Missa, para ir para os seus compromissos religiosos.

É pesado fazermos a oração da noite, a oração da manhã quando estamos cheios de coisas mais importantes que colocamos dentro do nosso coração. Aqui, é questão de invertermos, é questão de nos enchermos de Deus, da graça d’Ele para cumprir os nossos deveres, obrigações e responsabilidades.

Estamos ficando doentes, pesados, porque fazemos o contrário, enchemo-nos do mundo, das coisas dele, das tarefas, obrigações e de tudo mais; focamo-nos nos amores do mundo, mas, depois que tudo isso fica pesado, queremos recorrer  a Deus, mas não conseguimos, porque não temos tempo para rezar e nos colocarmos na presença d’Ele.

Amemos a Deus sobre todas as coisas e tudo mais será ordenado em nossa vida.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:










AS MAIS LIDAS

  São Bento do Sul nesta segunda-feira (16) teve a maior temperatura para o inverno recorde de 33,2ºC
Calor Histórico: Termômetros ultrapassam 41 graus e calor bate recorde em SC
 
  Psicodália 2020 em Rio Negrinho está ameaçado por problemas burocráticos e judiciais
 
  Interbrasil participara da Abrafati 2019
Empresa de São Bento do Sul vai estar no maior evento do segmento de tintas da América Latina
 
  ADÍLSON ANTONIO ROHRBACHER
 
  Fotos do 1º Rock Burger realizado domingo em Rio Vermelho
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
48873359 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2019 Jornal Evolução
by SAMUCA