Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo

DIA NACIONAL DO FOTÓGRAFO: Fotografia: uma forma de criar arte



Terça, 08 de janeiro de 2019 00:00

 

 Anualmente, o dia 08 de janeiro é marcado pela celebração do Dia Nacional do Fotógrafo, pois remete a data em que o daguerreótipo foi trazido da França para o Brasil e apresentado ao Imperador Dom Pedro II em 1840. O mecanismo, desenvolvido pelo físico francês Louis Jacques Daguerre, foi o primeiro equipamento fotográfico fabricado em escala comercial.

Para celebrar a data, a fotógrafa e artista visual Charly Techio, supervisora do curso de Fotografia do Centro Europeu (www.centroeuropeu.com.br), preparou um artigo especial sobre a arte de fotografar.

 

Fotografia: uma forma de criar arte

*Por Charly Techio

 

Já pensou na fotografia além do "momento decisivo"? Não, isso não quer dizer que descarto todos os ensinamentos clássicos do Cartier-Bresson e suas imagens incrivelmente lindas, pelo contrário, valorizo muito a possibilidade de capturar cenas da forma complexa que ele conseguia, esperando a hora certa de clicar. Mas podemos pensar nas imagens além de um registro da realidade, imprimindo de forma mais acentuada a nossa expressão pessoal.

 

A foto contemporânea nos mostra infinitas possibilidades de explorar nossa imaginação, e muito mais do que ser um expert em softwares de tratamento de imagem (isso é de extrema relevância), precisamos definir conceitos e trazer um pensamento mais subjetivo sobre o tema a ser registrado.

 

Vou exemplificar, se você deseja fotografar um tema abstrato, como a alegria, você vai buscar elementos para representar esse sentimento: uma pessoa feliz, um ambiente colorido... Precisamos usar algo palpável para passar nossas ideias, mas podemos dar o sentido que quisermos a essa matéria. Afinal, a fotografia é um recorte da realidade, não é a verdade absoluta do que foi capturado, temos a capacidade de direcionar o olhar, compor, enquadrar e clicar, deixando de fora o que não queremos mostrar, e ainda criar o clima perfeito com a finalização na pós-produção.

 

Podemos visualizar essa forma de expressão nas imagens da fotógrafa americana Brooke Shaden (foto que ilustra a matéria), que cria cenas imaginadas, com referências na pintura e movimentos da arte como surrealismo. A artista usa a produção de forma equilibrada, escolhe atenta as locações e objetos de cena para compor imagens únicas, cheias de significados, belas e instigantes. Vale um Google no nome dela!

 

Temos inúmeras imagens à nossa disposição e ao nos dedicarmos a mostrar nosso ponto de vista sobre as coisas, ainda poderemos nos destacar. A fotografia também se modifica com o tempo, como as pessoas, como o mundo, e quem consome fotografia também quer se surpreender. Temos um leque de possibilidades, podemos e devemos explorar as ferramentas disponíveis de forma criativa e com bom senso, direcionada para a área que permite esse mergulho. Mas ainda tão importante quanto na época de sua criação, precisamos pensar nas imagens que produzimos, provocar sensações, e criar com consciência e paixão.

 

E você, já criou arte através da sua foto?

 

*Charly Techio é supervisora do curso de Fotografia do Centro Europeu (www.centroeuropeu.com.br), um dos mais tradicionais do país, e atua como fotógrafa e artista visual


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:










AS MAIS LIDAS

  Vagas de emprego Sine de São Bento do Sul Terça 25/06
 
  Primeira cirurgia robótica de Santa Catarina é realizada e paciente recebe alta
 
  Comunicado transito de São Bento do Sul
 
   DORLI SCHWALBE
 
  SANTO DO DIA:Solenidade do Nascimento de João Batista
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
46201238 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2019 Jornal Evolução
by SAMUCA