Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo

Ministério do Trabalho recupera, entre janeiro e setembro, R$ 4,1 bilhões devidos ao FGTS

O resultado é 19% superior ao alcançado no mesmo período de 2017

Quinta, 08 de novembro de 2018 19:59

 

Clique para ampliar
 A fiscalização do Ministério do Trabalho recolheu, nos três primeiros trimestres de 2018, mais de R$ 4,1 bilhões para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por meio de autuações realizadas pela Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT). O resultado é 19% superior ao alcançado no mesmo período de 2017 – que totalizou R$ 3,43 bilhões de FGTS e de Contribuição Social – e 53 % superior ao valor de R$ 2,67 bilhões, arrecadado no mesmo período em 2016.

 

“Só de valores arrecadados em ação fiscal, ou seja, valores atrasados depositados pelos empregadores após o início da fiscalização, foram recuperados R$ 242 milhões em 2018”, ressalta o auditor-fiscal do Trabalho Jefferson de Morais Toledo. Ele informa que, a partir de novembro de 2019, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a prescrição do FGTS passará a ser de cinco anos, em vez dos 30 anos atuais. “Por esse motivo, a SIT vem realizando esforços para a modernização dos sistemas informatizados de fiscalização e para a capacitação dos seus auditores, e isso se refletiu positivamente nos resultados alcançados”, salienta.

 

Jefferson Toledo explica que o trabalho da Força-Tarefa de Fiscalização de Grandes Devedores de FGTS (FT-FGTS), constituída em fins de 2016 com o objetivo de fiscalizar os empregadores com maior indício de débito do país, tem contribuído para a melhoria dos valores alcançados. “A Força-Tarefa foi responsável por notificar e recolher cerca de R$ 1,4 bi de FGTS e Contribuição Sindical no período”, ressalta.

 

O auditor-fiscal esclarece ainda que, com o advento do eSocial, a SIT está preparando alterações em seus sistemas de fiscalização, para que seja possível a realização de um acompanhamento ainda mais efetivo dos débitos do FGTS.

 

Resultado da fiscalização por Unidade da Federação:

 

Estado

Total

AC

R$         11.011.704,36

AL

R$         73.663.291,78

AM

R$         34.733.802,30

AP

R$            2.806.568,84

BA

R$       128.101.389,76

CE

R$         53.606.414,18

DF

R$         64.973.211,39

ES

R$         55.571.814,42

GO

R$         43.530.289,36

MA

R$         57.732.608,89

MG

R$       191.568.854,83

MT

R$         53.625.323,02

MS

R$         36.528.260,88

PA

R$         63.895.154,42

PB

R$         33.566.502,12

PE

R$         69.578.031,22

PI

R$         23.674.674,08

PR

R$       183.629.779,51

RJ

R$       381.103.435,05

RN

R$         21.121.249,21

RO

R$            7.695.539,97

RR

R$            2.343.298,59

RS

R$       264.568.855,89

SC

R$       134.386.742,95

SE

R$         33.654.668,96

SP

R$       674.560.265,01

TO

R$            4.907.697,25

FT-FGTS

R$   1.408.348.525,72

TOTAL

R$   4.114.487.953,96


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:








Anuncie Aqui
AS MAIS LIDAS

  O Reino de Deus acontece na vida daquele que se rende a Jesus
 
  Ministro da Educação participa do lançamento do Projeto Sirius, um acelerador de elétrons
 
  Sete em cada 10 pequenos empreendedores acreditam que 2019 será melhor para os negócios
Pesquisa feita pelo Sebrae com mais de 5,8 mil empresários aponta que a corrupção foi um dos principais fatores que prejudicaram seus negócios em 2018
 
  TRE-SC terá plantão durante feriado (15) e expediente normal na sexta-feira (16)
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
39098881 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2018 Jornal Evolução
by SAMUCA