Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo

Corredor Elétrico da Celesc vence 20º Prêmio Fritz Müller

Projeto desenvolvido em parceria com a Fundação Certi leva a categoria Controle da Poluição Atmosférica na edição com recorde de projetos inscritos

Quinta, 08 de novembro de 2018 19:58

Na última terça-feira, 06/11, a Celesc foi uma das instituições que recebeu o 20º prêmio Fritz Müller, durante solenidade na Fiesc, em Florianópolis. Concedido pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), este é o principal reconhecimento ambiental do estado destinado a empresas públicas e privadas que desenvolvam projetos e iniciativas que vão além da legislação ambiental e resultam em benefícios para a conservação do meio ambiente.  

 

Este ano a distribuidora catarinense venceu a categoria Controle da Poluição Atmosférica pela instalação do maior corredor elétrico em operação no Brasil, projeto que desenvolve em parceria com a Fundação Certi. Veículos elétricos reduzem a emissão de gases poluentes, já que utilizam a chamada energia limpa, ou seja, renovável, como a elétrica. “Mesmo que sejam utilizadas usinas termoelétricas para gerar a energia que irá carregar os veículos, elas emitem menos CO2 que um veículo movido por motor à combustão. A Celesc incentiva a inserção de fontes renováveis de energia e a mobilidade elétrica, mas para torná-la uma realidade é preciso iniciar esse processo. Por isso, a Empresa vem desenvolvendo essa estrutura inicial de recarga”, explica o gerente do projeto, Thiago Jeremias.

 

O chefe do departamento de Eficiência Energética da Celesc, Marco Aurélio Gianesini, complementa que entre as ações propostas estão estratégias como o gerenciamento energético avançado e o armazenamento de energia, contribuindo para o setor elétrico nacional. Até o momento, a recarga de veículos elétricos nos estabelecimentos parceiros do projeto ocorre de forma gratuita, porém, está em estudo a implantação de um modelo de negócio. “Nossa intenção é estudar formas de otimizar o uso de energia, reduzir os custos de operação, identificar os impactos dos carregamentos de veículos elétricos na rede e projetar soluções para quando essa tecnologia for utilizada em larga escala”, explica.

 

Recorde de Inscrições

O tradicional Prêmio Fritz Müller recebeu nesta 20ª edição 124 projetos inscritos de 85 organizações catarinenses. O recorde histórico representa um crescimento de 77% em relação ao ano passado.

 

O prêmio leva o nome do naturalista, botânico e professor alemão Johann Freidrich Theodor Müller, primeiro cientista a apresentar modelos matemáticos e provas contundentes da seleção natural, que viveu por 45 anos em Blumenau. Fritz Müller foi chamado de Príncipe dos Observadores pelo aclamado cientista Charles Darwin (autor da obra A Origem das Espécies) e, ao falecer na cidade do Vale do Itajaí, em 1897, deixou grande obra naturalística que contribuiu para fundamentar e enriquecer a Teoria da Evolução das Espécies, projetando o Brasil no cenário da ciência européia.

 

Crédito das fotos: Mafalda Press

 


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:








Anuncie Aqui
AS MAIS LIDAS

   ALVINO ZEITHAMENN
 
  Klabin anuncia o maior investimento da sua história
Com aporte estimado em R$ 9,1 bilhões, empresa aprova o Projeto Puma II, que contempla a construção de duas máquinas de papel no Paraná
 
  Amar é colocar-se aos pés do próximo
 
  Campanha do MPSC ganha destaque no Campeonato Catarinense de Futebol
 
  Espaços culturais têm horários especiais na Semana Santa
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
44358512 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2019 Jornal Evolução
by SAMUCA