Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo

São Bento do Sul é a maior exportadora de móveis do Brasil

Exportações moveleiras crescem 11% em 2017, três empresas da região lideram o ranking das maiores exportadoras nacionais

Quinta, 08 de fevereiro de 2018 21:49

       

         As exportações de móveis registraram alta em 2017 e o polo moveleiro do Planalto Norte Catarinense se consolidou na liderança nacional. O crescimento foi de 11,2% em relação ao ano anterior. As indústrias de São Bento do Sul, Campo Alegre e Rio Negrinho venderam US$ 126,7 milhões em móveis ao mercado internacional, contra US$ 113,9 exportados em 2016. Esse valor representa 53,3% do total exportado em móveis por Santa Catarina e 19,2% das vendas brasileiras ao exterior em 2017.

         São Bento do Sul lidera o ranking dos municípios exportadores de móveis do país, com 13,2% de participação. Em Santa Catarina, a representatividade é de 36,6%. As vendas internacionais alcançaram US$ 86,9 milhões no ano passado, o que representa 6% de crescimento sobre o ano anterior. Os países que mais importaram os móveis são-benteses foram os Estados Unidos com 57%, Reino Unido com 16% e França com 13%.

         O ranking dos maiores municípios exportadores nacionais inclui ainda Arapongas em segundo lugar, Bento Gonçalves em terceiro, Caçador em quarto e Campo Alegre em quinto lugar. Rio Negrinho ocupa a 13ª colocação. Entre as dez maiores empresas exportadoras de móveis brasileiras, as três primeiras são da região. A Móveis 3 Irmãos de Campo Alegre lidera o ranking, seguida da Móveis Katzer e da Artefama, ambas de São Bento do Sul, em segundo e terceiro lugares.

         Para o presidente do Sindusmobil – Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de São Bento do Sul, houve a consolidação do polo moveleiro como maior exportador do país. “As empresas atravessaram a grande crise de 2008, provocada pela valorização da moeda brasileira, que tirou a competitividade das exportadoras brasileiras de manufatura, se modernizando. Agora mais competitivas e com ampla experiência exportadora, seguem avançando no mercado internacional”, destaca José Antonio Franzoni.

         O município de Campo Alegre foi o que alcançou o maior crescimento da região no ano passado. As vendas somaram US$ 29,7 milhões e foram 29% superiores a 2016. Rio Negrinho, com US$ 10 milhões exportados no ano passado, teve um avanço de 13,4%. As exportações moveleiras de Santa Catarina foram de US$ 237,7%, registrando crescimento de 11,9% e representando 34,7% das vendas nacional. No Brasil, as vendas de móveis ao exterior cresceram 7,5% no ano passado e alcançaram US$ 658,3 milhões.

 

 


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:










AS MAIS LIDAS

  Bolshoi de Joinville divulga lista de aprovados na seleção nacional
 
  Aplicação de provas terá quatro fusos horários diferentes
 
  Precisamos cuidar do outro que está ao nosso lado
 
  SANTO DO DIA:São João Paulo II
 
  Mesários já podem obter Declaração de Participação
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
38103903 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2018 Jornal Evolução
by SAMUCA