Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo

São Bento do Sul é a maior exportadora de móveis do Brasil

Exportações moveleiras crescem 11% em 2017, três empresas da região lideram o ranking das maiores exportadoras nacionais

Quinta, 08 de fevereiro de 2018 21:49

       

         As exportações de móveis registraram alta em 2017 e o polo moveleiro do Planalto Norte Catarinense se consolidou na liderança nacional. O crescimento foi de 11,2% em relação ao ano anterior. As indústrias de São Bento do Sul, Campo Alegre e Rio Negrinho venderam US$ 126,7 milhões em móveis ao mercado internacional, contra US$ 113,9 exportados em 2016. Esse valor representa 53,3% do total exportado em móveis por Santa Catarina e 19,2% das vendas brasileiras ao exterior em 2017.

         São Bento do Sul lidera o ranking dos municípios exportadores de móveis do país, com 13,2% de participação. Em Santa Catarina, a representatividade é de 36,6%. As vendas internacionais alcançaram US$ 86,9 milhões no ano passado, o que representa 6% de crescimento sobre o ano anterior. Os países que mais importaram os móveis são-benteses foram os Estados Unidos com 57%, Reino Unido com 16% e França com 13%.

         O ranking dos maiores municípios exportadores nacionais inclui ainda Arapongas em segundo lugar, Bento Gonçalves em terceiro, Caçador em quarto e Campo Alegre em quinto lugar. Rio Negrinho ocupa a 13ª colocação. Entre as dez maiores empresas exportadoras de móveis brasileiras, as três primeiras são da região. A Móveis 3 Irmãos de Campo Alegre lidera o ranking, seguida da Móveis Katzer e da Artefama, ambas de São Bento do Sul, em segundo e terceiro lugares.

         Para o presidente do Sindusmobil – Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de São Bento do Sul, houve a consolidação do polo moveleiro como maior exportador do país. “As empresas atravessaram a grande crise de 2008, provocada pela valorização da moeda brasileira, que tirou a competitividade das exportadoras brasileiras de manufatura, se modernizando. Agora mais competitivas e com ampla experiência exportadora, seguem avançando no mercado internacional”, destaca José Antonio Franzoni.

         O município de Campo Alegre foi o que alcançou o maior crescimento da região no ano passado. As vendas somaram US$ 29,7 milhões e foram 29% superiores a 2016. Rio Negrinho, com US$ 10 milhões exportados no ano passado, teve um avanço de 13,4%. As exportações moveleiras de Santa Catarina foram de US$ 237,7%, registrando crescimento de 11,9% e representando 34,7% das vendas nacional. No Brasil, as vendas de móveis ao exterior cresceram 7,5% no ano passado e alcançaram US$ 658,3 milhões.

 

 


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:












AS MAIS LIDAS

  ERICA APARECIDA RESSEL. A MESMA ERA MAIS CONHECIDA COMO “TICA”
 
  Fornecimento de GNV em rede não será afetado pela greve dos caminhoneiros
 
  Jesus é o rosto misericordioso do Pai
 
  Facisc envia aos parlamentares posicionamento sobre paralisação dos caminhoneiros
 
  Procon fiscaliza alta de preços em Rio Negrinho
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
33636054 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2018 Jornal Evolução
by SAMUCA