Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo

A oração é o alicerce das famílias



Quinta, 07 de dezembro de 2017 07:54

 

O Natal em família é o Natal em oração, talvez, seja o momento, a hora e a graça das famílias que não rezam: rezarem

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha” (Mateus 7,24).

 

Preciso começar dizendo que não podemos ser o homem insensato, o homem insano, porque não há insanidade maior do que construirmos a casa alicerçada na areia, pois quando vierem os ventos, as tempestades, as chuvas, a ruína daquela casa vai ser total, ela vai cair.

É doloroso ver uma casa cair, mas aqui não me refiro somente a uma “casa física”, material, porque para essa casa pode-se fazer um mutirão e depois reconstruí-la, refazê-la, pode-se juntar novamente as pedras e os tijolos.

É muito doloroso para a nossa alma ver as nossas casas caírem. A “casa” que é a família, o casamento, a nossa espiritualidade e a nossa relação com Deus. E por que as nossas casas estão caindo? Por que as nossas famílias estão ruindo? Porque, muitas vezes, estão solidificadas na areia e não sobre uma rocha firme. E essa rocha firme é uma espiritualidade verdadeira e concreta com o Senhor.

Eu sei que, as pessoas se preparam, invocam o nome de Jesus e pedem a bênção de Deus. Não basta somente pedirmos a bênção, é verdade que precisamos começar com ela, para continuarmos nela; mas, a casa se constrói dia a dia, se alicerça a cada dia, fundamenta-se, também, a cada dia.

Se não cuidarmos da nossa espiritualidade, da nossa relação com Deus; se um casal, uma família não cuida da oração, não cuida de fazer Deus presente naquela casa, naquela família, quando a família deixa-se iludir facilmente pelas atrações desse mundo, pelas facilidades do mundo, pelo consumismo dilacerado que nós temos nos dias de hoje; se não cuidamos dela, ela vai caindo, perde a consistência. Assim como acontece com a espiritualidade é, também, com a casa física: não percebemos as ruínas no início, porque está tudo bonito, tudo maravilhoso. “Estou bem assim. Está tudo legal”. Mas, na hora em que a ruína chega, quando a “casa cai”, ela cai com força.

Neste tempo de graça, no qual nos preparamos para celebrar o Natal de Nosso Senhor Jesus, Ele não quer que a sua família faça uma ceia grande e maravilhosa. Ele quer que a sua família se alicerce e  firme-se n’Ele.

O Natal em família é o Natal em oração, talvez, seja o momento, a hora e a graça das famílias que não rezam, rezarem; das famílias que rezavam e deixaram de rezar, voltarem a rezar. O alicerce que não pode faltar em nenhuma família é a oração junta, concisa e focada em Deus. Assim, essa rocha firme vai segurar a sua casa.

Deus abençoe você!

 

 

 

Padre Roger Araújo


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:












AS MAIS LIDAS
PARQUE DA PROMOSUL - Projeto recebe apoio do deputado Mauro Mariani
 
​Natal na EMEB Evaldo Steidel
 
ILDEFONSO SANTANA
 
ALFREDO HÜTTL
 
CERENE recebe honraria no Plenário da Câmara de Vereadores
 
ABRAÇO DE MÃOS NESTE FIM DE ANO
 
Acisbs realiza mais uma turma de PGVE em 2018
 
Hospital e Maternidade de Taió recebe R$ 1,1 milhão em investimentos
 
Abertas as inscrições para o Vestibular de Medicina em Guarapuava
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
29341555 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2017 Jornal Evolução
by SAMUCA